A Montanha Huashan

A montanha Huashan, situada na província de Shaanxi, faz parte das 5 Grandes Montanhas da China, e tem significado especial na história e cultura chinesa pela sua importância religiosa para os praticantes do Taoísmo.  Para os taoistas, a montanha era a morada dos deuses do submundo, sendo o primeiro templo construído no séc. II A.C, na base da montanha. Por ser um local de difícil acesso, muito escarpado e íngreme, recebia somente visitas de peregrinos locais e ilustres, como membros da família real. A montanha também um local de crescimento de muitas ervas medicinais, usadas pelos taoistas que creem que estas possuem poderes.

Fazendo parte da cordilheira de Qinling, que atravessa o sul da província, a montanha tem 5 picos, sendo o mais alto o pico sul, também conhecido como pico do Ganso Selvagem, com 2.083 metros. As montanhas tornaram-se então um ponto turístico popular, sendo a sua atração principal os trilhos deixados pelos monges e peregrinos, considerados dos mais perigosos do mundo. Apesar do reforço destes trilhos, continuam a ser potencialmente fatais para os mais descuidados. No topo de um dos picos é até possível beber chá num reconvertido templos taoista.

( Imagens via China Culture)

O oásis no meio do deserto

A China é um país fértil no que diz respeito a beleza e diversidade das suas paisagens, tanto naturais como humanas.
Um desses prodígios é o Lago Yueyaquan, localizado em Dunhuang, no noroeste na China, conhecida por ser um lugar de passagem da Antiga Rota da Seda.
Um oásis no meio do deserto, acredita-se que tenha cerca de 2.000 anos de história. 
O lago é reconhecido pela seu forma em lua cresceste, estando cercado pelas dunas de Mingsha, famosas pelos sons melodiosos que as suas areias emitem.
Apesar ameaçado pelas mudanças climáticas, as autoridades tem vindo a trabalhar pela preservação desta beleza ímpar.

(Imagens via China Daily & China Culture )


A estação de metro mais profunda da China

Chongqing e o seu sistema de transportes tem aparecido nas notícias pelos motivos mais insólitos - estações de metro em espaços abandonados, comboios que circulam dentro de habitações, entre outros casos caricatos.

Desta vez, a cidade prepara-se para bater o seu próprio recorde de estação de metro mais profunda do país.

A estação de Hongtudi, em funcionamento desde 2014, localiza-se a 60 metros de distância do solo. A viagem até a plataforma é demorada: os passageiros demoram mais de 3 minutos a descer pelas escadas rolantes da estação.

Porém, com a expansão do serviço de metro, a estação está a ser alvo de obras de remodelação, que incluirão a instalação de elevadores de alta velocidade e uma rede de 91 escadas rolantes. A estação passará a ter 94 metros de profundidade, rivalizando com as estações mais profundas do mundo.

A cidade de Chongqing é uma das maiores metrópoles da China. A sua localização única, entre montanhas e rios, faz com o planeamento urbano da cidade procure as soluções mais criativas para resolver os problemas urbanísticos.


( Imagens via: http://news.163.com )